Pacote do governo do Estado vai passar por comissões e audiências públicas na Alerj
10 de novembro de 2016
PROGRAMA “EMPRESA AMIGA DA EDUCAÇÃO” NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
21 de novembro de 2016

Começa a terceira etapa da operação Centro Presente, no Rio

operacao-centro-presenteEm reunião com deputado Samuel Malafaia, e seu assessor Marcos Romero. O Capitão Paulo Henrique e seu agente civil Rafael Borges, explicou as ações que da terceira etapa da operação Centro Presente. São 528 agentes de segurança irão patrulhar a região do Centro do Rio, que vai contar com uma base no Largo da Carioca, montada em micro-ônibus equipado com câmeras e computadores. Da base da operação é possível os agentes terem acesso às imagens de câmeras do Centro de Operações Rio, da prefeitura e do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), do estado.

O objetivo de coibir roubos e furtos, consumo e comércio de drogas, e ainda promover o ordenamento urbano no Centro. O patrulhamento no Centro será realizado a pé, de bicicleta e de moto.

Ao todo, a operação irá contar com 66 bicicletas, 27 motos e 15 carros e vans. As equipes utilizarão câmeras para filmar as abordagens e serão monitoradas por GPS, dando mais credibilidade e transparência às ações. O micro-ônibus também possuiu câmeras capazes de gerar imagens, em tempo real, de um raio de 500 metros da base. A tecnologia auxilia na distribuição da tropa e na prevenção de crimes.

A operação Centro Presente é uma parceria entre a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, com a Fecomércio-RJ e a Prefeitura do Rio. A iniciativa segue o mesmo padrão das demais operações segurança presente, como do Méier, da Lagoa e do Aterro. O investimento na operação Centro Presente soma R$ 47 milhões anuais, com o pagamento de salários dos agentes e despesas operacionais, como uniformes, materiais e combustível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *